Sign In

​​​​Pedra​

 


Descrição do Aproveitamento de Pedra

O aproveitamento hidrelétrico de Pedra localiza-se no estado da Bahia próximo a cidade de Jequié/BA.​

A Usina da Pedra encontra-se localizada no rio de Contas, num trecho denominado Pedra Santa, 18 km a montante da cidade de Jequié, sendo constituída por uma única máquina de 20.007 kW.
Este rio constitui-se num importante curso d’água incluído entre os cinco mais importantes do estado da Bahia, que nasce na vertente leste da Serra das Almas, na Chapada Diamantina e é um dos componentes da "Bacia do Leste". Para a regularização das descargas do rio de Contas, num ponto onde a área de drenagem é de 38.720 km2 , criando um reservatório de acumulação de 1.750 hm3. Foi construída sobre rocha sã encontrada a mais ou menos 10 metros sob o leito do rio. O aproveitamento visa, além da regularização do rio para o controle das enchentes, abastecimento d’água, irrigação agrícola e geração de energia elétrica.
A bacia hidrográfica do rio de Contas tem uma área da ordem de 53.000 km2 dos quais, três quartas partes acham-se situadas no "Polígono das Secas". A parte restante atravessa zona de matas da região cacaueira. Com uma extensão de pouco mais de 500 Km, apresenta desde a nascente até sua foz em Itacaré, uma queda de 615 m.
O represamento da Pedra é feito por uma barragem do tipo de peso aliviado, constituída por monolitos de cabeça de martelo com cavidade interna. É composta de 24 blocos dos quais os sete blocos centrais (de No 12 a 18) são vertentes, com crista na cota 219,00 m, dotados de sete comportas de setor de 9,0 metros de altura por 12,50 metros de vão. O coroamento da barragem é na cota 232,00 m. O muro de contenção da margem esquerda é do tipo misto de alvenaria de pedra seca, reforçado por concreto levemente armado, na margem direita, o muro de contenção é de concreto e separa o dissipador de energia do conjunto descarregador de fundo da Usina hidrelétrica.
A energia gerada é transmitida por uma subestação elevadora com 01 transformador de 26 MVA, que eleva a tensão de 13,8 kV para 69 kV. A partir desse ponto é feita a conexão com o sistema de transmissão da CHESF através da Subestação de 69 kV, que se interliga com a SE - Funil 69 kV, passando a exercer um importante papel de reforço no suprimento de energia ao próprio regional de Funil.            

Usina
 
Proprietário
CHESF
Inicio Obras
09/76
Inicio Operação
11/78
Rio
Contas
Longitude
40° 3’ Oeste
Latitude
13° 53’  Sul
Município / Estado
Jequié / BA
Tipo de construção
Externa
Potência instalada
20.007 kW ( 1 UG )
Comprimento da Casa  de Força
43,93 m
Altura da Casa de Força
2,70 m
Largura da Casa de Força
7,20 m
Início de Operação
 
 
Gerador 01G1
13/11/78

Gerador
 
Tipo
Síncrono  Vertical
Quantidade
1
Fabricante
Brown Boveri
Potência instalada
20.007 kW
Classe de isolamento  rotor
F
Classe de isolamento  do estator
F
Corrente nominal
930 A
Fator de potência
0,9
Freqüência
60 Hz
Tensão nominal
13.800 V
Velocidade nominal
200 rpm
Numero de polos
36

Turbina
 
Tipo
Francis
Quantidade
1
Fabricante
Neyrpic  / MEP
Velocidade nominal
200 rpm
Velocidade de disparo
430 rpm
Engolimento
57,9 m3/s
Potência nominal
23.000 kW
Diâmetro do rotor
2.766 mm

Principais Caracteristícas
 
  
 
 
Mínima
 
 
Nominal
 
 
Máxima
 
 
Nível Montante (m)
205
225
228
Nível Jusante (m)
179
180
193
Queda (m)
25
45
49

Reservatório
 
Área  do reservatório
101 km2
Volume total do  reservatório
1.640 Hm3
Volume útil do  reservatório
1.305 Hm3
Vazão regularizada
Fio d´água
Nível máximo maximorum
231,30 m
Nível máximo operativo normal
228,00 m
Nível mínimo operativo normal
208,00 m