Notícia
Buscar:
 
  
Canal Energia - RJ
26/03/2010 - 16:54:00
Instituto Acende Brasil critica uso da RGR para aquisição de fatia da Celg
Claudio Sales afirma que encargo não pertence à estatal e vai de encontro à proposta de melhoria de governança da Eletrobras

A proposta de uso da Reserva Global de Reversão na aquisição, pela Eletrobras, de participação na Celg representa, para o Instituto Acende Brasil, uma distorção no processo de melhoria da governança da empresa. Segundo o presidente da entidade, Claudio Sales, a sugestão feita pelo presidente da estatal, José Antonio Muniz Lopes, de que pode usar o encargo para a transação confunde o setor, já que o encargo é resultante de uma arrecadação feita nas contas dos consumidores de energia e o destino seria para solucionar um caso episódico, já que as dificuldades financeiras da Celg são decorrentes de "anos de má gestão" e o direcionamento do encargo, na prática, significa repassar o problema aos consumidores. Pela proposta, a Eletrobras poderia adquirir participação entre 30% e 40% da companhia goiana, que enfrenta dificuldades financeiras. "A RGR não é um recurso da Eletrobras, é um recurso do consumidor. É um episódio que confunde, do ponto de vista da governança corporativa e contrasta absolutamente com essa manifestação de desejo de se fazer uma Eletrobras grandiosa e eficiente", disse Sales. O executivo salientou que a RGR foi criada inicialmente para a constituição de um fundo que trataria da reversão de ativos de empresas com concessões em vias de vencer. O encargo teve o "prazo de validade" prorrogado e também passou a ter os recursos utilizados em outras aplicações, como o programa Luz para Todos. "Sem fazer juízo de valor sobre os outros destinos, essa novidade acenada de usar os recursos para tapar buracos de uma empresa que chegou a situação atual por má gestão é no mínimo assustadora e merece a revolta de todos os que se preocupam com o setor elétrico e com a prestação de serviço eficiente", completou. Sales comentou sobre o uso da RGR e propôs o repasse da atribuição de controlar os encargos arrecadados nas contas de luz ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Ouça na Rádio CanalEnergia a visão do executivo sobre o tema (apenas para assinantes do CanalEnergia Corporativo).

Notícias de 1471 a 1480

29/11/2011 - 18:43:00
Canal Energia - RJ

29/11/2011 - 10:03:00
Correio do Povo - RS

29/11/2011 - 07:43:00
Valor Econômico - SP

28/11/2011 - 18:23:00
Canal Energia - RJ

28/11/2011 - 18:22:00
Canal Energia - RJ

Programa Cultural Empresas Eletrobras 2014
Edital de Eventos da Eletrobras
Banner de Concurso Público
   
Rua Delmiro Gouveia, 333 - San Martin - Recife - Pernambuco - CEP 50761-901