Sign In

Chesf leva Programa Ambiental a comunidades

Comunicação Publicado em 04/07/2017

​Durante o mês de junho, a Chesf, através do Departamento de Meio Ambiente (DEPA), em parceria com a empresa Água e Terra, realizou reuniões devolutivas com as Prefeituras de Jatobá (PE), Delmiro Gouveia (AL), Milagres (CE) e Bom Nome (PE). Na pauta, os temas a serem trabalhados nas comunidades do entorno dos empreendimentos visando, tanto comunicar sobre as ações quanto estabelecer parcerias com o poder público municipal para o desenvolvimento do Programa de Educação Ambiental (PEA) e Subprograma de Prevenção, Monitoramento e Controle de Queimadas das Linhas de Transmissão 230 kV Paulo Afonso/Bom Nome/Milagres – C1, C2 e C3 e 500 kV Luiz Gonzaga/Milagres.

A realização do Programa de Educação Ambiental é uma medida de mitigação/ compensação exigida pelo Licenciamento Ambiental Federal, conduzido pelo Ibama e está sendo realizado, conjuntamente com o Subprograma, em atendimento às condicionantes 2.1 e 2.4 da Licença de Operação (LO) nº 1066/2012 do citados empreendimentos.  O público-alvo é a população das comunidades situadas nas áreas de influência direta e indireta dos empreendimentos em questão.

De acordo com Josefa Carvalho, técnica especializada e comunicadora ambiental do DEPA, o objetivo desse Programa é desenvolver ações de Educação Ambiental com o envolvimento da população local, visando promover um processo de sensibilização e mobilização para sua participação na implantação, monitoramento e avaliação de projetos socioambientais, atuando na transformação do seu espaço de vida, por meio da gestão sustentável.

“Já a execução do Subprograma de Prevenção, Monitoramento e Controle de Queimadas, através de ações de Educação Ambiental específicas, visa reduzir as queimadas e desenvolver uma consciência de preservação e sustentabilidade nos seus espaços territoriais”, explica a técnica.

O Programa de Educação Ambiental e Subprograma de Prevenção, Monitoramento e Controle de Queimadas estão sendo desenvolvidos nessa região, no período de agosto de 2017 a agosto de 2020.